Acompanhamento psicológico na fase pós-operatória da Cirurgia Bariátrica

Acompanhamento psicológico na fase pós-operatória da Cirurgia Bariátrica

A cirurgia da obesidade apresenta para o paciente uma nova perspectiva de vida. Várias possibilidades se abrem para que o paciente possa percorrer um novo caminho, uma nova maneira de viver. Alguns pontos devem ser focados abrangendo a melhoria na sua qualidade de vida: recuperação da auto-estima e dos sentimentos de menos valia, uma reaproximação social que levará você a um contato mais estreito com o lazer, freqüentar festas sem restrições ou sentimentos de vergonha, retomar suas atividades esportivas como medida de bem-estar e saúde, fazer as pazes com seu vestuário e poder usar “aquelas roupas” que tanto desejava. O paciente perceberá que com todas essas mudanças o seu corpo irá passando por uma transformação que provocará também novas idéias, novos pensamentos e conseqüentemente mudanças em seu modo de se perceber e agir. Além de encontrar novos horizontes é preciso que ocorra o envolvimento com outros projetos de vida como: cursos diversos, retorno à atividades profissionais e esportivas, passeios, viagens, novas amizades e novos círculos sociais.

O acompanhamento psicológico da cirurgia bariátrica é feito por tempo limitado e é indicado aos casos que não tem distúrbios psicológicos graves e parecem reunir condições para lidar com as modificações que terão que enfrentar após a cirurgia e o emagrecimento. A psicoterapia de longa duração é indicada aos pacientes que irão submeter-se a cirurgia mas que necessitam de um acompanhamento psicoterápico pós-cirúrgico. Não especificamos o tempo de tratamento psicológico, vamos acompanhando o paciente até que juntos decidimos quando é hora de interromper porque ele já se sente pronto para enfrentar suas angústias sozinho.

 

Psicóloga Lilian Landin

Deixe uma resposta